Antonie Van Leeuwenhoek (1632 – 1723)

Observação microscópica de Animálculos.

“Sempre que encontro algo importante, penso que é meu papel descrevê-lo, assim pessoas engenhosas poderão ser informadas dos fatos. ” [Leeuwenhoek]

Filhos de artesão, trabalhou na fábrica de seu tio até completar 20 anos, quando fundou sua própria fábrica. Tinha como hobby fazer observações através de um microscópio; foi o cientista que mais descobertas reportou para a London Royal Society além de ter projetado mais de 500 microscópicos, cada qual mais apropriado para um tipo de observação.

Continue lendo “Antonie Van Leeuwenhoek (1632 – 1723)”

Christiaan Huygens (1629 – 1695)

A Luz é uma partícula ou uma onda?

“Não sabemos nada certamente, e sim tudo provavelmente. ” [Huygens]

Astrônomo e Matemático alemão se dedicou ao estudo da matemática e óptica. Visitou a Inglaterra onde se encontrou com Isaac Newton para debater o estudo das forças e do movimento, contudo discordou deste quanto a possibilidade de uma força agir à distância tal como foi explicado a gravidade. Além de seus estudos sobre a Luz foi responsável pela invenção de um relógio de alta precisão e diversas observações astronômicas.

Continue lendo “Christiaan Huygens (1629 – 1695)”

Robert Boyle (1627 – 1691)

Tocando a elasticidade do ar.

“Toda teoria pode ser verificada e provada falsa, mas nenhuma conclusivamente verdadeira. ” [Karl Popper]

O homem está tão viciado em julgar seguindo seus sentidos que deixou o ar de lado como sendo algo que surge do nada. [Robert Boyle]

Nascido em uma das famílias mais ricas da Grã-Bretanha, dedicou sua vida aos estudos em Londres e Oxford. Fez parte de um grupo de estudiosos denominados “Invisible College” que se tornou posteriormente a “Royal Society”, do qual fez parte do conselho.

Continue lendo “Robert Boyle (1627 – 1691)”

Galileu Galilei (1564 – 1642)

Um corpo em queda acelera uniformemente.

“Conte o que é contável, meça o que é mensurável, e que ainda não pode ser medido, faça-o ser. ” [Galileo Galilei]

Nascido em Pisa, se mudou para estudar em Florença, desistiu do curso de medicina para se dedicar à matemática e filosofia. Estudou também astronomia onde reforçou a ideia de um universo centrado no Sol; por conta disso foi condenado pela Igreja Católica e teve que se redimir para ter uma pena mais branda – ficar preso em sua casa pelo resto de sua vida.

Continue lendo “Galileu Galilei (1564 – 1642)”

Johannes Kepler (1571 – 1630)

A órbita dos planetas é uma elipse.

“A Natureza utiliza o mínimo possível de qualquer coisa. ” [Johannes Kepler]

Nascido em Weil der Stadt, próximo a Stuttgart, Alemanha; Kepler criou sua reputação por sua grande habilidade matemática e facilidade de aplica-la a movimentos astronômicos. Trabalhou com os grandes de sua época e herdou de Tycho Brahe a missão de criar um modelo para sobrepor todos outros e resolver de vez a equação que permitiria modelar os movimentos planetários.

Continue lendo “Johannes Kepler (1571 – 1630)”

Nicolau Copérnico (1473 – 1543)

O Sol é o centro do Universo.

“Como o Sol permanece estacionário, qualquer coisa que se pareça com o movimento do Sol está na verdade se movendo com relação a Terra. ” [Nicolaus Copernicus]

Nascido na Polônia, foi o caçula de uma rica família; com a morte de seu Pai, foi adotado por um tio que financiou seus estudos na Itália. Copérnico foi um grande estudioso da matemática e das linguagens, trabalhou na tradução de diversos documentos, criou teorias econômicas e teve seu maior sucesso em suas análises astronômicas.

Continue lendo “Nicolau Copérnico (1473 – 1543)”

Revolução Científica (1400 – 1700)

A Ciência desafiou a religião e tomou para si o cálice da Verdade.

“É o peso, e não o número de experimentos que deve ser considerado.” [Isaac Newton]

“Algumas palavras minhas podem parecer obscuras, mas serão clarificadas no momento certo.” [Nicolau Copérico]

“Conhecimento é Poder.” [Francis Bacon]

A era dourada do Islamismo durou 500 anos, deixando como legado a experimentação e o método científico. Neste período que se iniciou em meados do século VIII a Europa viveu um período obscuro onde a ciência não podia sequer desafiar os dogmas religiosos.

Continue lendo “Revolução Científica (1400 – 1700)”