Georg Simmel (1858-1918)

Desconhecidos não são concebidos como indivíduos, mas como um determinado tipo de estranho.

“Através da anonimidade… Cada parte adquire uma impiedosa naturalidade” [Georg Simmel]

As metrópoles têm sido o assento da economia baseada em dinheiro.” [Georg Simmel]

Nascido em Berlim em uma família abastada e lecionou em Strasbourg, é um dos pais da sociologia menos conhecido apesar de ter exercido grande influência ao criar uma base de estudo onde ao invés de se estudar a interação humana se observa o que molda seu comportamento.

Continue lendo “Georg Simmel (1858-1918)”

Vida Moderna

A migração em massa para as cidades impactou a forma como nos relacionamos.

“Existem olhos em todos os lugares. Nenhum ponto intacto. No que vamos sonhar quando tudo for monitorado? Que todos sejamos cegos.” [Paul Virilio]

“A cidade atingiu o cume da eficiência, em contrapartida exigiu algo em troca de seus habitantes. Que vivessem uma rotina apertada e restrita a um rigoroso controle científico.” [Isaac Asimov, As Cavernas de Aço]

“Toda urbanização empurrada até um certo ponto se torna sub urbanização… Toda grande cidade possui uma coleção de subúrbios. Seus habitantes não vivem, eles meramente habitam.” [Aldoux Huxley]

Continue lendo “Vida Moderna”

Sylvia Walby (1953-)

O conceito de patriarcado é indispensável para análise da desigualdade de gênero.

“Quando o patriarcado perde força em uma área ele se reforça em outras.” [Sylvia Walby]

“A violência contra a mulher é suficientemente comum e repetitiva para ser considerado algo socialmente estrutural.” [Sylvia Walby]

Socióloga britânica graduada na Universidade de Essex atuou nas áreas da violência doméstica, patriarcado, relações entre gêneros e globalização. Presidiu a Associação Sociológica Europeia e liderou um programa na UNESCO quanto a desigualdade de gênero. Foi condecorada com a Order of the British Empire por suas contribuições e atualmente trabalha como professora.

Continue lendo “Sylvia Walby (1953-)”

Bell Hooks (1952-)

A mulher branca tem sido cúmplice do patriarcado capitalista, supremacista branco e imperialista.

“Para as mulheres negras estava claro… que elas nunca teriam equidade dentro do modelo patriarcado, capitalista, imperialista, supremacista branco.” [Bell Hooks]

“Feminismo é um movimento para acabar com o sexismo, exploração sexual e opressão.” [Bell Hooks]

Nascida nos EUA, Gloria Jean Watkins adotou o pseudônimo de sua avó Bell Hooks como homenagem a mulher de personalidade forte e que não engolia palavras. Estudou em escolas racialmente segregadas até o colégio, formou-se em Standford, lecionou ética na USC e foi uma proeminente autora com mais de 30 publicações.

Continue lendo “Bell Hooks (1952-)”

R.W. Connell (1944-)

Os interesses do homem no patriarcado estão consolidado na masculinidade hegemônica.

“Em termos simbólicos e práticos. A defesa do porte de arma é a defesa da masculinidade hegemônica.” [R.W. Connell]

“Um tema familiar comum no patriarcado consiste em afirmar que homens são racionais enquanto mulheres são emocionais. E isto é um assunto selado na filosofia ocidental” [R.W. Connell]

Transexual nascido na Austrália se formou em Sociologia, estudou a construção social masculina além de ter se dedicado ao estudo da pobreza, educação e bias científico na cultura ocidental.

Continue lendo “R.W. Connell (1944-)”

Richard Sennett (1943-)

As ferramentas de liberdade se tornam fontes de indignidade.

“Tais práticas (da industrialização) brutalmente diminuem o senso de importância da pessoa.” [Richard Sennett]

“Você não entende como vinhos são feitos bebendo um monte deles.” [Richard Sennett]

Após ter sua carreira musical interrompida por uma cirurgia se dedicou a sociologia. Lecionou em Yale e London Scholl of Economics, fundou o Instituto para Humanidade em Nova York. Ficou famoso com sua obra The Hidden Injuries of Class publicado em 1972.

Continue lendo “Richard Sennett (1943-)”

Elijah Anderson (1943-)

O Gueto é onde as pessoas negras vivem.

“O Negro é considerado alguém perigoso até que prove o contrário.” [Elijah Anderson]

“O jovem negro está em uma trajetória perigosa. Precisamos de ideias para resolver isto.” [Elijah Anderson]

Seus pais trabalhavam em uma fazenda arrendada no Sul dos EUA, após lugar na Segunda Guerra seu pai se mudou para o norte por considerar o racismo Sulista intolerável. Estudou sociologia em Indiana publicou diversos trabalhos sobre racismo é um dos principais etnógrafos americanos, foi vice presidente Associação Sociológica Americana e ganhador do prêmio Cox-Johnson-Frazier.

Continue lendo “Elijah Anderson (1943-)”

Edward Said (1935-2003)

O Oriente é o palco Leste está confinado.

“O Oriente e o Islã são vistos de forma surreal, incompreensível a todos, exceto os especialistas Ocidentais.” [Edward Said]

“Árabes são vistos como montadores de camelos, terroristas, narigudos e pervertidos cuja riqueza não merecida é uma afronta ao Ocidente.” [Edward Said]

Filho de uma família rica, nasceu na parte Ocidental de Jerusalém durante mandato do Império Britânico. Se politizou durante a Guerra dos Seis Dias entre Israel e os Árabes, onde passou a defender as causas Palestinas.

Continue lendo “Edward Said (1935-2003)”

Pierre Bourdieu (1930-2002)

CADA QUAL TEM SEU SENDO DE LUGAR.

“Observações mostram que a cultura é o produto da educação familiar e escolar.” [Pierre Bourdieu]

“Aqueles que falam de igualdade de oportunidade esquece que jogos sociais não são jogos justos.” [Pierre Bourdieu]

Filho único de um carteiro, nascido na zona rural da França, foi estimulado por um professor a estudar em Paris onde se formou em Filosofia. Se tornou diretor de uma universidade Francesa na Argélia e posterior foi diretor de Estudos Sociais em Paris. Acreditava que pesquisas deveriam se tornar ações o que o levou ao ativismo contra desigualdade e dominação.

Continue lendo “Pierre Bourdieu (1930-2002)”

W.E.B du Bois (1868-1963)

O PROBLEMA DO SÉCULO XX É O PROBLEMA DA DIFERENÇA DE COR.

“Ser pobre é difícil, mas ser uma raça pobre em uma terra de dinheiro é muito pior.” [W.E.B Du Bois]

“Toda luta pelo sufrágio do Negro, é uma luta pelo sufrágio da Mulher.” [W.E.B Du Bois]

Nascido em Massachussets tornou-se o primeiro Americano Negro a conquistar um doutorado. Ensinou economia, história bem como sociologia e filosofia, extremamente ativo escreveu diversos livros e artigos e foi editor em quatro jornais.

Continue lendo “W.E.B du Bois (1868-1963)”