Tales de Mileto (624 a.c. – 546 a.c.)

Tudo é composto de Água.

        Filósofo que nasceu e viveu em Mileto, foi pioneiro no questionamento de eventos sobrenaturais e na tentativa de encontrar explicações racionais para problemas da sociedade na época. Entre seus trabalhos, podemos destacar um estudo para encontrar a matéria base para todo o universo, que segundo seu raciocínio seria a água; pois esta poderia assumir qualquer forma (líquido, sólido e gasoso) além de ser essencial para a vida, possuir capacidade de locomoção e ser multiforme. Em seus estudos também deduziu que a Terra emergiu da água (e nela flutuava), já que todo pedaço de terra é circundado por esta, e que os Terremotos eram resultados de oscilação da água. Foi também responsável por afirmar que as boas colheitas era resultado de ações climáticas favoráveis e não de súplicas ou oferendas direcionadas aos Deuses.


        Tales pode ser considerado o precursor da ciência ocidental, apesar de ter realizado várias deduções incorretas; foi o primeiro a quebrar o paradigma religioso/sobrenatural, colocando a lógica como sua principal oponente; atualmente as pessoas não pedem a Deus para abençoar sua colheita, pede-se para que Ele mande um bom tempo que favoreça o crescimento do cultivo. Pode parecer uma pequena diferença, mas foi o início da briga pelo mesmo espaço entre ciência e religião – Porque fazer doações aos Deuses à espera de recompensa se é possível utilizar a ciência para alcançar determinado objetivo e se tornar rico? 

        A sobreposição da religião pela ciência também faz muito sentido ao analisarmos o comportamento do ser humano individualista e confiante, é mais cômodo para esta classe ser responsável pelo seu próprio destino, ao invés de ser dependente de decisões tomadas por seres sobrenaturais, comportamento mais comum ao ser humano inseguro e dependente.

        Tales foi responsável também, por iniciar o questionamento sobre o início e a base dos cosmos, foi ele o primeiro a propor uma unicidade de matéria para todas as formas, principio que é perseguido até hoje pelos cientistas que estão estudando o Bóson de Higgs (ou a partícula de Deus), um exemplo claro de como a filosofia mediterrânea influencia até hoje muitas das pesquisas da ciência ocidental moderna. 

        Apesar de toda carreira científica, inúmeras contribuições e ser uma referência para resolução de problemas por questionamento lógico; Tales era apenas um homem, e como grande parte deles utilizou-se de seu conhecimento para se enriquecer – através de observações climáticas decidia ou não estocar produtos que se tornariam escassos e os vendia por um preço mais caro posteriormente, enquanto outros agricultores se apoiavam na crença de que aquele ano os Deuses iriam abençoar suas colheitas. Ou seja, utilizava seu conhecimento superior para enriquecer à ignorância de outros, comportamento até hoje típico do cidadão ocidental.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s