Integração de Mercados

A Globalização não é inevitável.

“O século XIX viveu uma grande explosão da Globalização.” [J. G. Williamson]

        A globalização possui significados distintos para Executivos: concorrência ou avanço econômico; políticos: bem-estar social ou miséria; sociólogos: integração ou subordinação cultural. Expandida pela tecnologia e retraída pelo protecionismo, segue como água buscando numa barragem cada saída possível, para seguir o fluxo do rio que lhe espera do outro lado.
       

        Em 1664, o Inglês Thomas Mun aliou o crescimento da nação a redução das importações, enquanto Adam Smith e David Ricardo apoiaram a abertura comercial como caminho para o enriquecimento das Nações. Desde então, a integração comercial tem se expandido e retraído. A primeira expansão foi com o advento do navio a vapor em 1820, e sua primeira retração com as tarifas Smoot-Hawley empregada pelos norte-americanos durante a Grande Depressão de 1929 que objetivaram a proteção de seu mercado interno.

        No final dos anos 1970, tendo alcançado novamente seus patamares de 1880, a globalizaçãose vê bloqueada nas diferenças institucionais entre países, principalmente suas leis e as percepções de igualdade e justiça de cada cultura. Divergente do ponto de vista econômico, existem os que acreditam na globalização como inevitável e outros como não desejável. 

        O economista turco Dani Rodrick mostrou a globalização como dependente de três pilares: integração econômica, estados independentes e democracia; qualquer alteração em dois destes componentes afeta-se profundamente o terceiro. Como os cidadãos de cada país não podem se desfazer dos três vértices o único caminho para a expansão total da globalização seria uma federação global única.

        Enquanto a integração econômica abalar a independência do estado, ou esfacelar direitos dos cidadãos, seu único ganho e resultado será um aumento no consumo, e é por conta deste pequeno ganho que governos são receosos. Atualmente a globalização tem sido forçada em muitos países através de guerras, golpes e condicionamento financeiro por meio de instituições internacionais; esta camisa de força que alguns países são condicionados, talvez seja hoje o único empecilho para uma globalização total não ser factível e talvez nem desejável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s