Ivan Pavlov (1849 – 1936)

A visão de uma comida apetitosa faz um homem faminto salivar.

“Fatos são o ar da ciência, sem eles um cientista não pode alçar voo.” [Pavlov]

“Enquanto estiver experimentando, não se contente com o superficial.” [Pavlov]

        Nascido na Rússia, estudou ciências naturais e posteriormente cirurgia médica. Foi professor da Academia Militar e diretor do Instituto de Medicina Experimental, cujos trabalhos rendeu o Prêmio Nobel em 1904.

        O árabe Ibn Zuhr no século XII iniciou práticas de cirurgia em animais. Ivan Pavlov realizava cirurgia em cães, implantando dispositivos que permitiam avaliar a salivação durante a alimentação, contudo estudando a fisiologia dos animais chegou a conclusões nada convencionais. Primeiramente notou que a salivação aumentava diante do cheiro e visualização dos alimentos ou até mesmo quando ocorria a aproximação de seus cuidadores.

        Experimentou então associar outros sentidos a alimentação, como sons e sinais luminosos onde comprovou que apenas o estímulo dos sentidos seria capaz de fazer o cão salivar. Cunhou então o termo estímulo incondicionado para descrever ações inatas que nos levam a reflexos, como por exemplo salivar ao comer; e o termo estímulo condicionado para descrever ações aprendidas que nos levam a reflexos. 

        O mesmo era válido para os reflexos incondicionados (salivar ao comer) ou condicionados(sentar para ganhar comida). Indo além, experimentou condicionar e recondicionar os animais, obtendo sucesso na capacidade de reprogramação dos estímulos e reflexos condicionados.

        Pavlov percebeu também, que era possível condicionar animais através de estímulos físicos (dor) e mentais (medo); esta técnica, que ficou conhecida como o condicionamento clássico ou pavloviano,influenciou toda a Psicologia Behavorista, inclusive Watso e Skinner, não apenas pelos resultados mas também por toda metodologia experimental.

        As pesquisas de Pavlov forneceram uma arma de poder imaginável no controle do comportamento humano. Atualmente elas são amplamente utilizadas por especialistas em marketing que buscam utilizar todos as percepções sensórias para conquistar o consumidor ou manter fidelidade ao seu produto. 

        Não é por acaso o uso das músicas que estão no topo de rádios ou atores famosos de filmes em cartazes nos comerciais que buscam venda e retorno em um curto prazo; ao associar o personagem ou música que são constantemente entregues nos principais meios de comunicação leva-se o consumidor a refletir condicionalmente sobre produto constantemente. Talvez este seja um bom motivo para regular a tempo gasto na televisão por crianças e até mesmo dos adultos, o condicionamento é um princípio animal e pode afetar todos independente de raça, cor, idade ou nível intelectual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s