Vencendo as Estatísticas Iniciais

Se você pode sonhar, você pode fazê-lo.

“Manter um negócio é um trabalho extremamente árduo, e manter o apetite é metade da batalha.” [Wendy Tan White]

Tan Sri Anthony  nasceu em Kuala Lampur em 1964, formou-se em economia e após 14 anos de trabalho na indústria musical iniciou um negócio no setor de aviação. Sua companhia AirAsia foi pioneira em promover baixos custos, apostando no grande volume de novos passageiros; em apenas um ano quitou todas as dívidas da companhia tornando-a lucrativa. Seu slogan “agora, todos podem voar” popularizou o mercado aviário e sua estratégia foi estendida para diversos países. Ficou conhecido no ocidente como Tony Fernandes.

Muitos sonham com o próprio negócio, seja o motivo não ter um chefe, expressar sua criatividade ou ficar rico; a verdade é que iniciar um negócio traz consigo um grande risco e exige grande audácia, a primeira delas: abrir mão de um emprego estável e enfrentar o desconhecido. Por este motivo, grande parte dos empreendedores ainda precisam de um empurrão, e o montante recebido da rescisão de um contrato empregatício muitas vezes serve como trampolim principal.

A inclinação para se tomar riscos é essencial para qualquer empreendedor, os primeiros anos comumente são difíceis e a dificuldade em levantar dinheiro para o negócio é o mais comum deles. Atualmente é possível encontrar grupos de investidores focados em iniciar start-ups ou até mesmo recursos governamentais através de financiamentos de baixíssimo custo; se o negócio é extremamente enxuto, produtos de microcréditos ou até mesmo oportunidades de crowdfunding como as oferecidas pelo site kickstarter.com têm se tornado extremamente popular.

O primeiro passo para qualquer start-up consiste em criar um plano de negócio, este deve mostrar a ideia principal, conter pesquisas de mercado, estratégias de contingência além de desenhar um fluxo de caixa para o curto prazo. Sem este planejamento dificilmente é possível angariar investimentos e transformar uma ideia de curto prazo em uma empresa grande e lucrativa.

Difícil encontrar alguém que nunca escutou a história do empregado que montou o próprio negócio e ficou milionário ou até do estudante que largou a faculdade e construiu um império de bilhões. O que todas elas compartilham em comum é o foco na inventividade do empreendedor e a falta de compromisso em relatar que apenas uma ideia não é o suficiente para se iniciar um negócio de sucesso. Em um mundo competitivo e de fácil acesso a informação, ideias podem ser copiadas e aprimoradas rapidamente; uma ideia passa a ter valor quando pode ser concretizada e levada ao mercado, e é exatamente neste aspecto que a parceria com empresas consolidadas que financiam empreendedores pode trazer grandes benefícios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s