De Empreendedor à Líder

O papel do CEO é permitir que as pessoas se sobressaiam

“A função de uma liderança é produzir mais líderes, não mais seguidores.” [Ralph Nader]

Zhang Yin foi a primeira empreendedora chinesa a se tornar magnata, vislumbrou que o aumento das exportações chinesas consumiria uma grande quantidade de embalagens e fundou uma das maiores empresas de embalagem e consequentemente de reciclagem. Em 2006, com a idade de 49 anos, se tornou a primeira mulher na lista dos Chineses mais ricos.
O empreendedorismo é crucial para o início de qualquer empresa, pois empreendedores são por natureza não conformistas dirigidos pela persistência em alcançar o sucesso de seu negócio, comumente esta paixão sufoca qualquer temor por falhas podendo criar uma negligência gerencial. Contudo, quando uma empresa passa a crescer, novas qualidades serão necessárias: capacidade de organização, olhar atento, inteligência emocional, comunicação e principalmente capacidade de delegação.

É comum empreendedores apresentar carência nas competências necessárias para se criar uma sistemática e rede de comunicação nos quais grandes negócios são estruturados, estudos do pesquisador americano Larry Greiner apontaram que esta falta de liderança e carência de habilidades gerenciais são as principais causas que levam à crise e posterior derrocada das pequenas empresas em seus primeiros anos; a solução está na transformação do próprio empreendedor ou na contratação de gestores e líderes capazes, sendo necessário em alguns casos até mesmo o afastamento do próprio empreendedor da direção da empresa.

A criatividade e a sistemática são em sua essência características conflitantes, e, portanto, raro de se encontrar de forma diferenciada em uma única pessoa. Talvez este seja um dos grandes motivadores para que as empresas de sucesso sejam geralmente compostas por sócios que possuam um mix de capacidade inventiva e administrativa. Infelizmente grande parte das empresas que surgem contam apenas com a criatividade e motivação de seu fundador, que logo percebe que uma grande ideia precisa de uma grande capacidade de operação para se tornar um produto ou serviço.

No entanto, conseguir um bom gestor não é o último passo a ser conquistado por um empreendedor, formar um líder que seja capaz de dar continuidade ao seu trabalho, aprimorando suas ideias é essencial para que o fundador possa buscar o empreendimento em novos mercados. A formação de lideranças talvez seja uma das tarefas mais difíceis dentro de uma organização, primeiramente porque o empreendedor puxa para si a responsabilidade por todo processo criativo e o gestor se sobrecarrega com a responsabilidade de cuidar de toda a equipe. Esta sobrecarga inibe a formação de novos líderes o que prejudica um crescimento diferenciado da organização.

 
 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s