Reinventando e Adaptando

Uma corporação é um organismo vivo que precisa continuamente trocar de pele.

“Grandes empresas não acreditam em excelência – e sim em uma melhoria e mudança constante.” [Tom Peters]

“Aqueles que iniciam a mudança estarão em vantagem para gerenciar o inevitável.” [William Pollard]

Lee Kun-Hee é o CEO de uma das empresas de maior excelência e inventividade, a Samsung; em sua administração a empresa se transformou de uma marca de produtos com preços acessíveis para uma das principais forças internacionais no mercado de tecnologia. Hoje é, em conjunto com a Sony, uma das empresas mais proeminentes da Ásia e seus produtos são campeões de venda em muitos mercados.

Em sua obra Choque do Futuro, Alvin Toffler antecipou o conceito de que grandes mudanças em curtos prazos afetariam muitas empresas, obrigando-as à uma evolução e adaptação contínua. A indústria da música e do cinema estão entre as que sofreram grande impacto nos últimos anos, e sua sobrevivência que estava ameaçada por downloads ilegais ganhou uma nova chance com a invenção do iPod e do iTunes.

Contudo, apenas mudanças tecnológicas são insuficientes para sobreviver às constantes mutações; a empresa de streaming Netflix por exemplo, propôs uma mudança no processo de venda de seriados ao lançar todos episódios de sua produção House of Cards em uma única data; o que permitiu reduzir a pirataria e angariar mais consumidores aumentando sua lucratividade. O McDonalds também inovou ao lançar o McSnack Wrap, um lanche que demora 21 segundos para ser preparado permitindo a uma equipe reduzida atender uma grande quantidade de clientes.

Em tempos de crise, a reinvenção de processos que permitam reduzir custos para que o mesmo produto possa ser entregue de forma mais competitiva é essencial, por exemplo, o uso de televendas e comércio eletrônico no mundo dos seguros tornaram-se um grande diferencial. Outro exemplo de adaptação é o da Sul Coreana Samsung, que durante a crise asiática se reinventou tecnologicamente entregando produtos inovadores e mudou sua estrutura interna para se tornar mais objetiva ao mercado e amigável aos seus clientes.

São poucos os mercados em que se é possível viver sem uma mudança ou adequação constante; e mesmo nos nichos onde produtos permanecem inalterados por décadas, a mudança nos processos e campanhas de marketing passam por revisões periódicas. É essencial, portanto, preparar uma empresa para que seja versátil e não permaneça uma constante em um ecossistema dinâmico e de grandes alterações.

Grande parte das organizações se reinventam e adaptam no decorrer de sua existência, contudo mesmo estas não conseguem acompanhar o mercado e acabam por extinguida. A razão está no conteúdo e na relevância da adaptação que muitas vezes são cópias de mutações de outras organizações que vivenciaram uma realidade totalmente distinta.

As empresas trocam seu corpo de colaboradores, gestores e diretores com certa frequência; e esta mudança faz com que se perca um histórico de investimentos e mudanças de insucesso, o que leva a uma repetição desnecessária de estratégias incorretas.

Uma organização que queira se adaptar e se reinventar deve primeiramente ter zelo pela sua história e catalogar seus principais erros e acertos de forma sistemática e com metodologia, posteriormente deve ter um canal de transparência com seus clientes para que possa entender as necessidades do mercado em sua forma mais bruta e por fim criar processos que lhe permita ser ágil no gerenciamento e flexível ao responder crises e pressões.

Metodologia de análise histórica é uma área de estudo do historiador, um profissional que vive à margem e é subutilizado no mercado dos principais países do mundo, desperdício de talento este muito maior em países emergentes ou em industrialização. Uma empresa que não se conhece, não pode mudar para melhor; uma empresa que não acompanha seus ciclos está fadada a repeti-los, uma empresa que não possui dados e informações de si só poderá se ajustar na tentativa e erro, e este processo moroso pode muitas vezes significar o fim.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s