Estratégia Genérica de Porter

Não se coloque no meio-termo.

“Uma vez situada no meio-termo, se leva tempo e esforço para retirar a companhia desta incômoda posição.” [Jim Collins]

A estratégia de diferenciação pode ser aplicada em qualquer mercado, a marca de sorvetes Ben & Jerry’s é um exemplo de sucesso que mostra como uma empresa engajada socialmente, cujas fichas foram apostadas em ingredientes de alta qualidade na produção de sabores exóticos e peculiares, pode resultar em grande valor de mercado.

Pessoas são diferentes e consumidores são pessoas, esta simples constatação explica porque organizações com estratégias distintas são capazes de alcançar sucesso de vendas. O americano Michael Porter propôs uma metodologia estratégica onde a empresa deve se posicionar por preços baixos ou produtos diferenciados, decidindo por atacar um determinado nicho ou o mercado como todo.

Empresas que optam pela estratégia de baixo custo, devem garantir que sua liderança e eficiência resultem numa operação com preços também diferenciados. Segundo Porter trata-se de uma estratégia arriscada pois requer não somente uma operação de baixo custo mas também uma perspectiva de que esta operação vai se sustentar simples no longo prazo. Estas empresas devem investir principalmente em processos de simplificação, departamento de compras efetivos bem como massivo uso de tecnologia.

Empresas que optam pela estratégia de diferenciação devem atuar em setores onde produtos não são sensíveis a preços, e claro, é possível se diferenciar bens similares dificultando assim a cópia pelo concorrente. Apesar de uma estratégia menos arriscada, requer da organização grande investimento em marketing para consolidar a diferenciação bem como a formação de um grupo de pesquisa e desenvolvimento ativo e inovador.

Adicionar uma estratégia de foco em ambos modelos de baixo custo e diferenciação também auxiliam a organização a se posicionar dificultando a entrada de novos concorrentes. Ao dar foco em um modelo de baixo custo é essencial uma métrica comparativa com os principais concorrentes para que o consumidor possa ser claramente informado, enquanto o foco em um modelo diferenciado vai exigir um estudo detalhado que permita entender o consumidor em sua plenitude.

O setor de aviação possui ambas estratégias de baixo custo e serviço diferenciado de uma forma bem clara. Enquanto a irlandesa Ryanair é líder em custos a Singapore Airlines apostou em voos “premium” com serviços de alta qualidade; ambas companhias têm obtido sucesso mesmo com o aumento de combustíveis. Enquanto a Ryanair busca aumentar seus lucros através da taxação de serviços extras não inclusos no momento de compra da passagem bem como redução de seus custos operacionais, a Singapore Airlines investe constantemente em inovação, tecnologia e atendimento para manter suas passagens a preços maiores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s