Marketing Mix

Produto, praça, preço, promoção.

“Mix de Marketing são os ingredientes mais importantes para se criar um programa de marketing.” [Neil Borden]

Marketing nem sempre foi um estudo formalizado, assim como a matemática e a física; sua aceitação como “ciência” se deu início em 1910, quando o termo foi incorporado a uma disciplina de graduação. Na década de 20 passou a ser um campo de estudo e em 1948 foi analisado de forma holística por James Culliton; contudo foi Neil Borden em 1953 quem percebeu a necessidade de se formalizar e criar processo para a área, permitindo uma aplicabilidade em escala global. Na década de 60, E. J. McCarthy cunhou os 4Ps do Marketing (produto, praça, preço e promoção) que formam a base do marketing até os dias de hoje.

Desde a definição dos 4Ps, por McCarthy na década de 60, diversos autores tentaram reavaliar os ingredientes básicos do mix de marketing; contudo nenhuma destas novas listas de ingredientes conseguiram se sobrepor a ideia original. Importante perceber que o framework para se criar uma estratégia de marketing baseado em produto, praça, preço e promoção possuem foco interno na organização, ainda sendo necessário traçar uma estratégia de marketing que avalie fatores externos, como a política, economia, concorrentes e comportamento do consumidor.

O profissional de marketing deve conciliar os fatores externos para que este atenda uma estratégia organizacional permitindo extrair maior valor, logo uma das principais dificuldades deste trabalho está em definir os ingredientes que permita à companhia tirar proveito dos fatores externos, enxergando-os não como uma barreira mas um fator de impulsão.

Durante a definição do produto deve-se avaliar as necessidades do consumidor incluindo o contexto onde o produto será utilizado; é nesta etapa em que se avalia como o consumidor utilizará o produto bem como as estratégias de diferenciação que serão aplicadas frente aos concorrentes. Ao definir a praça o profissional deve avaliar como o produto vai atingir o mercado, se serão através de canais de distribuição, comércio eletrônico ou móvel, pois tais fatores influenciam na logística e modelo de armazenamento e estoque.

A definição do preço comumente segue normas de mercado, comparando o produto com aqueles vendidos pelos concorrentes; é nesta etapa também que se deve avaliar a possibilidade de agregar mais valor, não se esquecendo que em muitos setores os consumidores são sensíveis a diferenciação dos preços. Durante a definição da promoção a organização deve buscar uma estratégia de propaganda, escolhendo os meios de divulgação mais adequados e um posicionamento de marketing que mostre como a companhia quer atingir o mercado, uma estratégia interessante é buscar uma brecha ainda não coberta pela concorrência.

Philip Kotler, sugeriu a adição de um quinto P, o Propósito; segundo o autor com a facilidade de informação e aumento do ativismo digital, as organizações devem se posicionar com um propósito ao cidadão e não apenas como mais uma empresa dentre severas outras que buscam apenas o lucro sem se preocupar com qualidade de vida dos colaboradores, proteção do meio ambiente e investimentos no país onde está situada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s