Análise do Caminho Crítico

Um projeto sem um caminho crítico é como um navio sem leme.

“Mudanças não são realizadas sem causar inconvenientes, mesmo que seja para ir de algo ruim para algo bom.” [Samuel Johnson]

A Ópera de Sidney é um dos monumentos arquitetônicos mais bonitos do mundo, contudo a história de sua construção não são flores; inaugurado com 10 anos de atraso e com o custo 14 vezes maior que o planejado se tornou um exemplo de consecutivos erros de projeto. Apesar de popularmente toda culpa ser creditada ao arquiteto dinamarquês Jørn Utzon, a verdade é que erros como começar a fazer a fundição antes do projeto arquitetônico estar pronto para adiantar o lançamento foi um dentre os muitos erros cometidos durante a empreitada que culminaram em grande retrabalho.

A Análise do Caminho Crítico foi uma metodologia desenvolvida pelos matemáticos Morgan Walker e James Kelley para ajudar na redução de tempo exigido para completar projetos complexos. A metodologia foi aplicada pela americana DuPont em um processo de encerramento de operação em algumas fábricas bem como pela NASA em seu programa espacial, em ambos os casos com grande sucesso.

Basicamente a ferramenta consistem em construir um grafo onde os deadlines são mostrados como nós e as atividades por ligações entre estes nós. A ideia é visualmente organizar quais trabalhos podem ser realizados paralelamente e quais são aqueles em que qualquer atraso pode causar grande impacto nas atividades subsequentes; a lista de caminhos entre os nós cujo atraso causam grande impacto é denominado o caminho crítico e é onde os gestores devem ter maior atenção e agir mais rapidamente para garantir o sucesso da operação.

O principal ganho da metodologia consiste em permitir salvar tempo e dinheiro aplicando os recursos de maneira correta, além de claro, lançar os produtos no mercado de forma mais ágil e antes dos concorrentes. Trata-se também de uma boa ferramenta para ajudar a eliminar o desperdício de recursos alocados antes do tempo necessário em projetos ou até mesmo na compra ou locação de ferramentas e maquinários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s