Arquimedes (287 a.c. – 212 a.c.)

Um objeto imerso sob a água desloca seu próprio volume em líquido.

“Um corpo imerso sob a água terá seu peso reduzido igual ao peso do volume de água deslocado.” [Arquimedes]

Arquimedes foi um grande matemático; e responsável por diversas invenções, dentre elas a catapulta, o guindaste e o espelho convexo. Também criou o parafuso de arquimedes, leis físicas para o uso de polias e alavancas além de ter determinado que o menor cilindro capaz de guardar uma esfera possuía um volume 1.5 vezes maior que o da mesma.

Diz a lenda, que o Rei Hieron II da Sicília suspeitou que sua coroa não fosse feita puramente de ouro, e para sanar suas preocupações convocou seu principal cientista – Arquimedes. Para resolver o problema, Arquimedes foi tomar um banho, onde percebeu que ao entrar na banheira parte da água era empurrada para fora. Decidiu, portanto, que a resposta para a indagação do Rei poderia ser extraída desta observação.

Em seus experimentos, percebeu que o volume de água deslocada é equivalente ao tamanho do volume do objeto afundado, somou a esta descoberta o conhecimento de que objetos possuem densidades, e que, portanto, objetos distintos de mesmo peso podem ocupar volumes distintos. Portanto para definir se uma coroa era de ouro puro, seria necessário imergir a coroa e posteriormente uma barra de ouro de mesmo peso e verificar se o volume de água deslocado seria idêntico.

Observador exímio, Arquimedes também percebeu que um objeto ao se afundar gera uma força inversa ao volume de água deslocado, hoje conhecido como empuxo. Esta força seria responsável por garantir que objetos flutuem sob a água, bastando para tanto que seu volume seja maior que seu peso. Com esta informação, seu processo de mensurar a pureza da coroa foi aperfeiçoado, onde era possível colocar a coroa e a barra de ouro puro em uma balança e verificar se havia diferença no peso dos dois objetos.

O princípio de Arquimedes é obviamente algo mais amplo, pois o cientista não se limitou apenas ao estudo da água como fluído, mas também de outros materiais. O não contentamento em apenas trazer a resposta para uma pergunta mostra como a curiosidade e competência pode levar o Homem a avanços importantes e de grande destaque.

Na época em que Arquimedes criou seu princípio, grande parte das civilizações já possuíam barcos e eram capazes de navegar pelos mares do Mediterrâneo, mas foi o cientista quem trouxe a resposta para a realidade, e claro permitiu entender que navios maiores e com maior poderio bélico poderiam ser construídos com a certeza de que flutuariam nos Oceanos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s