Alzahen (965 – 1040)

A Luz viaja em linhas retas até nossos olhos.

“Um Homem que busca a verdade, deve contestar um trabalho científico buscando provas que o refute. ” [Alhazen]

Nascido em Basra, atual Iraque, Alhazen estudou em Bagdá onde trabalhou como burocrata. Entediado de suas funções se propôs a resolver os problemas de enchente no Rio Nilo, contudo após pomposa recepção percebeu que não seria capaz de cumprir o prometido, alegando insanidade conseguiu uma pena branda de 12 anos de reclusão em casa.

Antes de Alhazen, as ideias eram concebidas por raciocínio, mas sem a necessidade de experimentos que as comprovassem. Propôs então um método de experimentação, onde uma metodologia deveria provar uma hipótese de modo a permitir que o trabalho científico pudesse ser replicado. Aproveitou para reforçar que grande parte dos trabalhos científicos podem ser colocados a provas e contraprovas, o que permitiria ao cientista encontrar a verdade de fato.

Concentrou parte de seu trabalho na óptica, onde contestou o pensamento grego de 1.000 anos de que os olhos emitiam um raio que permitia ao Homem ver objetos, mostrando que a visão é algo passivo e resultado do reflexo da luz refletida nos objetos a nossa volta.

Em experimentos com olhos de animais, descobriu que a luz entra no olho através da pupila e é focada em uma fina interface, hoje conhecida como retina. Em sua obra O Livro da Ótica fundou leis e princípios que explicavam a refração da luz e também sua velocidade em outros meios além do ar. Trouxe entendimento a fenômenos naturais como arco íris, sombras e eclipses.

Suas ideias sobre óptica foram absolutas durante quase 700 anos, até que Newtown e Willebrord Snell publicaram seus princípios. Alhazen também influenciou Francis Bacon que hoje é considerado o pai da metodologia científica.

A experimento que cria uma caixa escura com um pequeno buraco permitindo verificar o trajeto da luz de objetos até o fundo da caixa é simplesmente sensacional, além de permitir ilustrar facilmente como a luz se propaga e imagens são formadas.

E pensar, que grande parte de sua obra foi realizada enquanto cumpria sua sentença da prisão dentro de uma casa. Para uma mente inquieta e criativa, realmente, não existem barreiras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s