Friedrich Engels (1820-1895)

EU ACUSO OS BURGUESES DE EXTERMÍNIO SOCIAL.

“O Estado nada mais é que um comitê para endereçar os assuntos da burguesia.” [Friedrich Engels]

“Me acusa de pôr fim a exploração de crianças pelos seus pais? Deste crime me declaro culpado.” [Friedrich Engels]

Nascido de uma família Industrial Alemã, ainda jovem escreveu artigos que ganhou admiradores no círculo intelectual de esquerda. Seu interesse pelo Comunismo lhe aproximou de Marx com quem trabalhou e publicou o Manifesto Comunista, o Capital e muitos outros trabalhos.

Friedrich Engels vivenciou o surgimento da Revolução Industrial na Inglaterra e os efeitos da industrialização na classe trabalhadora e suas famílias, que eram empurrados para uma vida repleta de labuta e miséria, sendo arduamente explorados e submetidos a viver de forma degradante enquanto a burguesia se enriquecia e fazia vista grossa as más condições impostas.

Em sua obra A Situação da Classe Trabalhadora na Inglaterra relatou à similaridade na condição de vida dos trabalhadores em diversas cidades, onde viviam em porões de único cômodo, úmidos e construídos em valas conectadas a ruas cheias de fezes e urinas com resto de animais putrefatos com alta contaminação por cólera e tifo.

Relatou como os trabalhadores eram submetidos a jornadas exaustivas, utilizando vestimenta e material de proteção inadequado para conter acidentes ou o calor das fundições, como se não bastassem as más condições, se alimentavam majoritariamente de carne em decomposição, vegetais podres, restos de açúcar das fábricas de sabão e cacau misturado com terra.

Na visão do autor não fazia sentido uma classe enriquecer enquanto outra não possuía acesso básico a saúde e via sua família morrer de fome, e o que é pior, sujeita a vender seu trabalho cada vez mais barata devido a competição e o excesso de mão-de-obra com a migração do campo para a cidade ou o crescente trabalho infantil que permitia legalmente registrar crianças a partir dos 8 anos de idade. Não se solidarizar ou combater esta situação nada mais era do que praticar o crime de exterminar toda uma classe social.

As situações de trabalho durante o surgimento da Revolução Industrial eram hostis, para se ter uma ideia em 1840 um camponês tinha uma expectativa de vida que era o dobro de um operário na cidade. Em 1841, em uma mina de carvão em Sheffield 100% dos trabalhadores acima de 50 anos tiveram seus pulmões dilacerados pelas partículas, enquanto os trabalhadores acima de 40 e 30 anos foram atingidos pela doença com respectivas taxas de 79% e 50%.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s