Análise do Caminho Crítico

Um projeto sem um caminho crítico é como um navio sem leme.

“Mudanças não são realizadas sem causar inconvenientes, mesmo que seja para ir de algo ruim para algo bom.” [Samuel Johnson]

A Ópera de Sidney é um dos monumentos arquitetônicos mais bonitos do mundo, contudo a história de sua construção não são flores; inaugurado com 10 anos de atraso e com o custo 14 vezes maior que o planejado se tornou um exemplo de consecutivos erros de projeto. Apesar de popularmente toda culpa ser creditada ao arquiteto dinamarquês Jørn Utzon, a verdade é que erros como começar a fazer a fundição antes do projeto arquitetônico estar pronto para adiantar o lançamento foi um dentre os muitos erros cometidos durante a empreitada que culminaram em grande retrabalho.

Continue lendo “Análise do Caminho Crítico”